sexta-feira, 11 de junho de 2010

VILA RECICLA




ESTUDO DO LOCAL A SER TRABALHADO

A partir dos projetos utilizados na unidade de habitação mínima, iniciou-se um estudo de forma a implantar as opções de projeto em uma região, com características de uma vila.
O objetivo agora é desenvolver um adensamento urbano horizontal com a criação de espaços coletivos, públicos e espaços privados.
A área escolhida para a implantação da vila situa-se no Setor Central da cidade de Uberlândia, no Bairro Nossa Senhora Aparecida, na Avenida Afonso Pena, fazendo esquina com as Ruas Jerônimo Martins do Nascimento e Rua Jataí, com uma área total de 4864,9m².
O conjunto residencial horizontal do tipo Vila é constituído por unidades habitacionais isoladas, agrupadas, geminadas ou superpostas, em condomínio, sendo permitido nas zonas de uso que admitam o uso residencial multifamiliar.

(estudo dos ventos dominantes em relação à implantação proposta)


(estudo de insolação em relação à implantação proposta)


IMAGENS DO LOCAL





O ENTORNO

Avenida Afonso Pena




Rua Jataí





Avenida João Pinheiro





Rua Jerônimo Martins do Nascimento




O entorno também foi analisado, e constatamos que as edificações do entorno estão bastante degradas pela ação do tempo, ocorrido pelo de serem muito antigas.
Vale ressaltar que nas proximidades do lote, se encontram outras vias que desempenham importante papel pra cidade e também um grande distribuidor e uma universidade.




O PROJETO

O projeto foi pensado de forma a contemplar três grupos distintos; DINC (Duplo Ingresso, Nenhuma Criança), ou seja, casal sem filhos, FAMILIAR e COHABITAÇÃO.
Dessa forma, foi pensada uma vila com alguns diferenciais. Além de garagem para todas as unidades, playground, destaca-se a cooperativa de separação de lixos recicláveis, daí o nome VILA RECICLA. Nessa cooperativa, todo material pode ser armazenado em locais adequados (uma espécie de depósito) para que no momento oportuno, tenham um destino apropriado, gerando assim, receitas que podem ser investidas na própria vila, como manutenção ou até mesmo fazer melhorias.
Uma das mangueiras foi mantida, pois ela é um ponto de referência para a região, além de favorecer à própria vila, criando um micro clima para os moradores.
E objetivando esse micro clima mais ameno, foram propostas o plantio de mais árvores em uma área verde maior que o mínimo exigido, na tentativa de conscientizar que é necessário áreas permeáveis nos projetos.
Pensando nas cores da Coleta Seletiva (azul, verde, amarelo, vermelho e preto), foi pensada a utilização dessas cores para fazer diferenciação das unidades a fim de auxiliar moradores, mas principalmente pessoas que possam vir a freqüentar o local. Portanto as 16 habitações DINC tiveram suas vigas e pilares pintados de azul, a seis unidades familiares pintados de vermelho e as oito cohabitações pintadas de amarelo. O verde está sendo representado pelas áreas permeáveis e o preto pela cooperativa.
A cohabitação esta sendo proposta para ser uma habitação estudantil por haver uma universidade nas proximidades.












































MODELAGEM DA VILA











Nenhum comentário:

Postar um comentário